terça-feira, 4 de outubro de 2011

Lição 2 – Liderança em Tempos de Crise


 
Por Francisco A. Barbosa
 
9 de outubro de 2011

Texto Áureo
“Então lhes respondi, e disse: O Deus dos céus é o que nos fará prosperar: e nós, seus servos, nos levantaremos e edificaremos; mas vós não tendes parte, nem justiça, nem memória em Jerusalém" (Ne 2.20). – "Strong 02506: cheleq; uma porção, parte, herança, partilha. Do verbo chalaq, 'ser liso'. Dessa raiz, são derivadas palavras tais como 'pedras lisas'e 'lisonja', que são palavras suaves. Talvez porque pedras lisas fossem usadas para lançar 'sortes', chalaq veio a significar 'repartir, distribuir, dividir, lotear'. Assim, um cheleq é uma distribuição, repartição, uma parcela de terra que uma pessoa recebe como uma herança. Davi chama o Senhor de 'minha porção'(Sl 73.26; 142.5). A presente referência indica que a porção do Senhor (distribuição, porção, herança) é o povo de Judá na Terra Santa"[1]. "Strong 02146: zikron; um memorial, lembrança, recordação, evento a ser lembrado, um registro escrito; um evento marcante que deve ser lembrado por um bom tempo"[2]. Ao invés de discutir com Sambalate, Tobias e Gesém, Neemias havia pedido em 1.11, sucesso da parte de Deusa e agora ele expressa sua confiança na a soberania do Deus, YHWH, e que Ele daria êxito ao povo de Israel e declara que aqueles líderes, contrários à reedificação, já não possuem nenhum direito em e/ou sobre Jerusalém.

Verdade Prática
Na expansão e consolidação do Reino de Deus, é imprescindível que ajamos com sabedoria, coragem, entusiasmo e fé.

Leitura Bíblica em Classe
Neemias 2.11-18

Objetivos
Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
- Descrever as principais características da liderança de Neemias;
- Compreender os aspectos gerais da liderança de Neemias; e
- Saber que Neemias possuía um plano bem elaborado para reconstruir Jerusalém.

Palavra-chave
LIDERANÇA – Função de líder; capacidade de liderar; espírito de Chefia.

Comentário
(I. Introdução)
Neemias, notável articulador e líder político, é um belo exemplo de homem de Deus, que possui atributos específicos que o particulariza, principalmente por pertencer ao Senhor. Mesmo estando em cativeiro, na Babilônia, fez o necessário para obter os meios e a permissão para reconstruir Jerusalém. Além de soldados e construtores, contou com a ajuda de Esdras, o escriba e líder religioso. Esses exemplos mostram a liderança que Neemias exercia e vemos essa liderança a partir do contexto da sua administração. Neemias desmpenhou uma tarefa das mais árduas: reconstruir os muros de Jerusalém - reedificar a cidade era um dos apéctos de reedificar a 'casa de Deus' (conferir Nm 12.7) liderando um povo que já não tinha esperança nenhuma. Nesse episódio podemos aprender algumas lições sobre como Neemias administrou aquele empreendimento, do ponto de vista da liderança. O estudo de Neemias, entre outras coisas, vai nos ensinar alguns valiosos princípios de uma carreira, gerenciamento de pessoas e fidelidade às coisas de Deus. Boa Aula!
(II. Desenvolvimento)
I. AS CARACTERÍSTICAS DO LÍDER NEEMIAS
1. Um líder corajoso. Em dezembro de 446 a.C., quando recebeu notícias de Jerusalém: "Os que não foram exilados... estão em grande miséria e humilhação; os muros de Jerusalém estão derribados, e as suas portas queimadas a fogo" (Ne 1.3), Neemias sentou, chorou, ficou de luto vários dias, jejuou e orou a Deus (Ne 1.4). Neemias, copeiro do rei, tinha uma característica que o diferenciava dos demais servos do rei: ele nunca se apresentava triste ao rei; no entanto, quando soube da situação dos remanescentes de Judá ele ficou sobre maneira triste, e em março/abril de 445 a.C., diante do rei Artaxerxes, Neemias se declara profundamente triste com a situação em Jerusalém (Ne 2.1-3). Eu vejo coragem em Neemias quando ele, interpelado pelo rei qual era o motivo de seu semblante triste, Neemias lhe respondeu com muito medo, medo porque todos os servos do rei tinham a obrigação de estarem alegres em sua presença; depois de Neemias lhe ter explicado tudo, o rei lhe disse 'o que você gostaria de pedir?' Sem perder tempo, Neemias lhe diz: '... se é do agrado do rei...'. Ou seja, ele mostra o que deseja, e o faz de maneira magnífica demonstrando também que se interessa pelo problema do rei: o império persa era extenso e utilizava o sistema de administradores, governadores ou 'sátrapas' para cuidar de suas muitas províncias, entre elas, a Palestina. Neemias sabe que o rei Artaxerxes necessita alguém de confiança para cuidar da região entre a Síria e o Egito. Ele, pois, se apresenta como este alguém. Quanta coragem, ousadia e confiança! Um simples copeiro, aquele que podia morrer envenenado a qualquer momento por ter a tarefa de provar tudo que ia à mesa do rei, assumir um cargo tão alto. Mas Neemias demonstra com essa atitude corajosa a sua capacidade de diplomata e de negocador, o que acaba levando o rei a promovê-lo a governador da Palestina.
2. Um líder prudente. A liderança de Neemias não foi acidental mas sim, bem pensada. Como um líder sábio, Neemias se absteve de compartilhar os seus projetos com o povo até que estivesse bem informado sobre os diversos assuntos e, sem dúvida, ter analisado as implicações dos mesmos em profunda oração (Ne 2.12-16). Um líder prudente é aquele que sabe liderar a si mesmo tornando-se uma peça importante da máquina da coletividade. É importante o líder possuir a habilidade de focar e motivar a si mesmo e da mesma forma motivar os outros. Os liderados, à semelhança dos reflexos de um espelho, refletem a qualidade da liderança de seus líderes ou dirigentes. Neemias chegou a Jerusalém investido de uma autoridade e como governador poderia emitir suas ordens, mas não o fez. O sociólogo Max Weber afirma que há uma diferença entre poder e autoridade. Em seu livro The Theory of Social and Economic Organization, ele define poder como a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa de sua posição ou força, mesmo que a pessoa preferisse não fazer; Autoridade é a habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer por causa de sua influencia pessoal. O líder prudente sabe usar a autoridade da qual está investido. O modelo bíblico de liderança é aquele centralizado no caráter, ao contrario do que ensinava Maquiavel que era preferível ao rei ser temido do que ser amado.
3. Um líder que sabia lidar com a oposição. “O líder tem que ter otimismo e determinação a fim de perseverar diante das dificuldades. Ele necessita irradiar confiança, depender dos princípios morais e espirituais e recursos para dar certo, mesmo quando ele próprio não está certo do resultado” (Montgomery). A oposição de Sembalate, Tobias e Gésen teve um aspecto político, mas em suas raízes era um movimento religioso (Ed 4.13).
Sinopse do Tópico (1)
No retorno a Jerusalém, a liderança de Neemias destacou-se pelas seguintes características: coragem, prudência e sabedoria.
RESPONDA
1. Cite três características do líder Neemias.

II. ASPÉCTOS DA LIDERANÇA DE NEEMIAS
1. Neemias motiva seus liderados. Para que uma equipe obtenha êxitos, é preciso um líder motivador – liderar é motivar, é transformar pelo exemplo. Somente um homem vocacionado à liderança pode trabalhar dessa forma, influenciando, motivando e transformando vidas. Neemias nos mostra que um verdadeiro líder do povo de Deus é, em primeiro lugar, chamado por Deus. Neemias é um homem em cujo coração o Senhor colocou um plano para Jerusalém (2.12). Quando Neemias lança o desafio da reconstrução aos líderes, ele pode dizer: “E lhes declarei como a boa mão do meu Deus estivera comigo” (2.18), pois ele se sabe chamado e conduzido pelo magnífico e temível Deus para liderar a reedificação. Neemias mostra, na administração deste projeto enorme, a habilidade de formar e trabalhar com uma grande equipe de líderes de todos os tipos e níveis, ele consegue coordenar uma gama diversa de nobres, magistrados, levitas, sacerdotes e príncipes (4.19; 9.38; 11.1). O copeiro do rei sabia coordenar, supervisionar e motivar os seus liderados. O Rev. Hernandes Dias Lopes, em seu artigo ‘Neemias, um líder que mudou a história de uma nação’, afirma: “Quando Neemias chegou à devastada cidade de Jerusalém, nada disse ao povo até fazer uma meticulosa avaliação da situação. Somente depois, compartilhou seu plano e conclamou o povo para unir-se a ele na reconstrução da cidade. Antes de desafiar o povo para o trabalho, o líder precisa saber a dimensão da obra a ser feita. Antes de falar ao povo, o líder precisa ter uma estratégia clara em sua mente. Um líder sábio analisa os problemas discretamente antes de encorajar seus liderados publicamente. Quando o líder sabe o que precisa ser feito, e onde quer chegar e como chegar, seus liderados são encorajados a realizar a obra” [3].
2. Neemias estabelece parcerias. A cidade de Jerusalém já estava a mais de cem anos debaixo de escombros. Reinava a pobreza interna e a zombaria externa. Neemias diagnostica o problema, incentiva o povo, põe a mão na obra e nomeia cada pessoa para o lugar certo, para fazer a obra certa e com a motivação certa. O resultado foi que, mesmo diante dos percalços da obra, em cinqüenta e dois dias, os muros foram reconstruídos, as portas levantadas e a nação restaurada. Depois daquela noite de inspeção, a verdadeira razão do mandato do novo governador vem à luz. Diante dessa problemática, Neemias cônscio de que sozinho não poderia levar seus planos a cabo, estabelece as parcerias necessárias e ativamente participa dos trabalhos: “Levantemo-nos e edifiquemos” (Ne 2.18). Liderança se faz com exemplo e Neemias o foi para o seu povo: “E nem eu, nem meus irmãos, nem meus moços, nem os homens da guarda que me seguiam largávamos as nossas vestes; cada um ia com suas armas à água” (Ne 4.23).
3. Neemias prima pela organização. Neemias tinha um grande senso de organização. As pessoas estão distribuídas por toda a extensão da muralha que circunda a cidade. Elas estão justapostas e trabalham cada grupo lado a lado. E “depois dele”. É a frase frequente no texto. Cada grupo sabia onde devia estar. Sabia qual era a sua responsabilidade e o que se esperava dele; se apenas reparos ou a construção desde os alicerces. Uma frase comum no capítulo é “Defronte de sua casa”. Neemias aproveitava as facilidades. Não tinha gente cruzando a cidade para ir trabalhar. Isso implica em ganho de tempo e aumento de eficiência. Trabalhando perto da casa, Neemias facilitou o acesso à alimentação, a agua e a segurança da família. Se houvesse algum ataque por parte dos seus inimigos, a preocupação de cada homem seria por sua própria família. Isso aliviava cada operário de ansiedade desnecessárias (Ne 3).
Sinopse do Tópico (2)
Neemias motivou seus liderados a reconstruir o muro de Jerusalém estabelecendo boas parcerias e um rigoroso sistema de organizaçãofoi chamado por Deus para deixar o conforto palaciano a fim de reconstruir os muros de Jerusalém.
RESPONDA
2. Quais foram os resultados da estratégia organizacional de Neemias?

III. É HORA DE RECONSTRUIR
1. Uma cidade destruída. A situação de Jerusalém era caótica. A situação em que se encontravam tanto os judeus, quanto Jerusalém, reportada por Hanani, irmão de Neemias, era lastimoso. Isto pode ser explicado, pelos efeitos duradouros da destruição promovida por Nabucodonozor, rei dos Babilônios, que derrotou Jerusalém em 586 a.C.(140 anos antes da época de Neemias), no décimo primeiro ano do reinado de Sedecias, rei de Judá. Depois disto, por muito tempo, a Cidade Santa foi "terra de ninguém", onde quem mandava eram os bandidos. Os saques e massacres tornaram-se regulares na região. Reconstruir o muro da cidade de Jerusalém era uma obra grandiosa. De fato, não era apenas a reconstrução do muro da cidade de Jerusalém, mas a reconstrução da cidade como um todo, a começar pelo muro. Tamanha destruição só foi possível devido o abandono de Israel ao seu Senhor. Deus terá misericórdia e perdoará aqueles que se arrependerem com um coração contrito. O senhor deseja ardentemente estar em paz com a sua família que se afastou, porém não há paz para os ímpios e impenitentes: “Eu vejo os seus caminhos e os sararei; também os guiarei e lhes tornarei a dar consolações” (Is 57.18).
2. Dedicação total ao trabalho. Por que os judeus se renderam à liderança de Neemias? O segredo de Neemias está ao nosso alcance: a vitória espiritual vem por meio da confiança de que Deus luta por nós. Podemos ignorar os insultos daqueles que se opõem a nós e confiar que Deus nos dará a vitória. Neemias ignorou as criticas e os insultos daqueles que faziam oposição ao seu esforço em fazer a vontade de Deus. Ele apenas confiou na justiça e fidelidade de Deus. Neemias foi um grande e admirável exemplo para o seu povo pela total confiança no Senhor e pela entrega sem reservas ao seu projeto: “E nem eu, nem meus irmãos, nem meus moços, nem os homens da guarda que me seguiam largávamos as nossas vestes; cada um ia com suas armas à água” (Ne 4.23). Na minha opinião, Neemias 3 é o mais belo relato do livro, não pelas longas relações nominais e detalhes geográficos ali registradas, mas pelo que estes nomes e referências a lugares mostram como cada família e cada pessoa deram sua contribuição à obra de reconstrução. Uma família assumiu a responsabilidade de edificar um trecho do muro, enquanto outra ergueu o próximo. Do sumo sacerdote e maiorais do povo aos residentes comuns de Jerusalém e de outras cidades judaicas, o povo pôs a mão à massa e trabalhou exaustivamente dia e noite. No dizer do próprio Neemias: “Assim, edificamos o muro... porque o povo tinha ânimo para trabalhar” (Ne 4.6).
3. A divisão do trabalho. Devido à disposição do povo para trabalhar, as muralhas chegaram à metade de sua altura, e começaram a fechar as brechas. Este trabalho de reconstrução não era uma obra de Neemias e nem do povo judeu em particular, muito menos para glória destes; era primeiramente uma obra do Senhor, Neemias e o povo foram os meios. Neste trabalho, o povo em comum acordo precisava trabalhar em prol do bem comum; visto que a defesa da comunidade não poderia ser simplesmente uma questão de cada homem lutar por si mesmo, mas do povo como um todo, ou seja, um cuidando do outro. Enquanto um trabalha o outro o protege com todo cuidado: "Daquele dia em diante, metade dos meus moços trabalhava na obra, e a outra metade empunhava lanças, escudos, arcos e couraças; e os chefes estavam por detrás de toda a casa de Judá" (Ne 4.16). Devemos ser servos humildes – todos nós – dispostos e ativos no trabalho de Deus.
Sinopse do Tópico (3)
Neemias possuía um plano bem elaborado para reconstruir a Cidade Santa: dividir precisamente as tarefas de modo que todos soubessem o que cabia a cada um.
RESPONDA
3. Qual era a situação da cidade de Jerusalém?
4. Por que os judeus se renderam à liderança de Neemias?
5. Qual ensinamento você pode extrair, para a sua vida, da liderança de Neemias?



(III. Conclusão)
Não é fácil ser exemplo em tempo de crise, mas podemos aprender com o entusiasmo de Neemias. Sem entusiasmo, os melhores planos certamente fracasarão. Porém, com entusiasmo, nenhuma tarefa é demasiado grande e nenhuma oposição forte demais. No dizer do próprio Neemias diante das investidas dos inimigos que punham obstáculos ao que ele estava realizando: "Estou fazendo uma grande obra, de modo que não poderei descer. Por que cessaria esta obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco?" (Ne 6.3). Aquele que tem por grande e excelente a obra de Deus em sua vida, jamais cederá às pressões exteriores quaisquer que se3jam, que poderiam afastar-lhe da grande obra de Deus. Animemo-nos e nos esforcemos, mesmo que desprezados, sabemos que Deus jamais nos desprezará; "Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica" (Rm 8.33).
"Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade." (1Jo 3.18)
N’Ele, que me garante: "Pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus” (Ef 2.8),
Francisco A Barbosa, auxilioaomestre@bol.com.br

RESPOSTAS DOS EXERCÍCIOS
1. Neemias era corajoso, prudente e sábio.
2. Permitiu que todas as partes do muro fossem edificadas simultaneamente e possibilitou uma maior unidade entre os sacerdotes, levitas, serventes e o povo.
3. Era caótica.
4. Porque liderança se faz com exemplo e Neemias era um grande e admirável exemplo para o seu povo.
5. Resposta pessoal.


Notas Bibliográficas
[1]. Bíblia de Estudo Plenitude, Barueri, SP; SBB 2001. Palavra-Chave 2.12, p. 921;
[2]. Ibidem p. 107;
[3]. Extraído de: http://hernandesdiaslopes.com.br/2010/04/neemias-um-lider-que-mudou-a-historia-de-uma-nacao/;

Os textos das referências bíblicas foram extraídos do site http://www.bibliaonline.com.br/ , na versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel, salvo indicação específica.


Autorizo a todos que quiserem fazer uso dos subsídios colocados neste Blog. Solicito, tão somente, que indiquem a fonte e não modifiquem o seu conteúdo. Agradeceria, igualmente, a gentileza de um e-mail indicando qual o texto que está utilizando e com que finalidade (estudo pessoal, na igreja, postagem em outro site, impressão, etc.).
auxilioaomestre@bol.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Pregador do Evangelho Pela Graça do Senhor.

NOS INDIQUE

Uilson no twitter

ACESSOS

 

FAMÍLIA EBD. Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com | Distributed by Deluxe Templates